domingo, 6 de dezembro de 2009

O Leite é Gostoso - ou - A Família Modelo

"Dorme com sua mãe tão naturalmente quanto com qualquer outra.
Se for com um animal do campo que satisfaz seu desejo,
não sente nenhuma revolta.
Pode possuir sua própria filha com igual gozo e satisfação"

Henry Miller, "O Mundo do Sexo"




.

Pemba é um bebê. De 45 anos.

-Mãe, quero leite, quero chupar suas tetas gostosas.

A mãe vai até o seu berço. Pemba levanta e é carregado no colo de Armlanga.
Pemba pega uma teta grande e mole de sua mãe e começa a sugar. O leite sai quente e saboroso.

-Ai, mãe, que delícia. Esse leite. Tua teta. Eu gosto.
-Que bom, meu filho.

Armlanga liga a tv e põe um filme para assistirem. É um belo filme pornô. Na cena inicial, o ator suga a grande teta da atriz.

-Olha, mãe! Olha, mãe! Ele tá fazendo que nem eu! Ahhhhh, que legal!
-Isso mesmo filho! Sugue bem a teta de sua mãe. Que nem o ator do filme.
-Estou sugando, estou sugando - e Pemba suga com muita vontade a teta.

Então entram na sala Perínio e sua mãe, Bucétea, segurando Perínio no colo.

-Oi, pai - diz Pemba - você também tá sugando a teta da sua mãe!
-Sim, filho, estou faminto.
-Eu posso provar da teta da vovó?
-Claro, querido - responde Bucétea.

Bucétea pega Pemba no colo e este começa a sugar a teta de sua avó. A teta de Bucétea é mais molenga que a de Armlanga.

-Tá um pouco azedo o seu leite, mas dá pra beber.
-Ahahaha. É a idade! Com 85 anos o leite fica com esse sabor mesmo. Mas pode beber despreocupado, não vai dar diarreia.
-Vó.
-Sim, querido.
-Sabe, eu descobri que também produzo leite. Né, mãe?
-Sim, filho!
-É mesmo? E como que é?
-Mostra pra ela, mãe, mostra!
-Eu? Mas você não consegue fazer sozinho?
-Sim, mas eu prefiro quando você faz em mim.
-Está bem.

Armlanga vai até Bucétea e pega Pemba.

-Aqui, mãe - Pemba exibe seu pênis.

Amrlanga começa a masturbar Pemba.

-Isso, mãe! Mais rápido! Mais rápido! Olha, vó, olha!!!

Alguns segundos depois, Pemba ejacula no rosto de sua avó.

-Ahahaha, que bonitinho - diz Bucétea - Já pode trabalhar em filmes pornô.
-Sim, eu quero ser ator pornô quando crescer.
-Vamos treinar então, filho - disse o pai, Perínio - Faça com que eu produza leite.
-Ok, pai.

Pemba engatinha até o pai, que está sentado no sofá, e inicia a masturbação paterna.

-Vai, filho, mais rápido, mais força.
-To tentando, pai. É difícil em você!
-Se quiser ser ator pornô, tem que conseguir em mim. Usa a boca pra ajudar!
-Boa ideia!

E Pemba lambe e chupa o pênis do pai.

-Olha, querida, como ele chupa o meu pau! Igualzinho a você, puxou a mãe!
-Puxou a mim na verdade - disse Bucétea - pois EU que ensinei tudo a ela. Quando vocês se casaram ela não sabia fazer nada direito. Deixa eu mostrar pro meu neto como fazer isso direito.

Então Bucétea utilizou toda sua sabedoria e arrancou o leite de Perínio em questão de segundos.

-Nossa - disse Perínio - sua técnica é impecável mesmo.
-Obrigada. Vocês chegaram a ensinar a técnica da penetração, ao Pemba?
-Sim, ele já está treinando.
-Então me mostra que sabe, Pembinha, come a sua mãe.

E Pemba foi todo animado comer sua querida mãe.

-Isso, muito bonito, Pemba. Agora, uma técnica nova. Enquanto Pemba come sua mãe, Perínio vai comer o Pemba por trás, tudo ao mesmo tempo!
-Aí, que legal, vó! Vem, pai, vem! ME COME!
-Ah, são momentos assim, sabe - disse Bucétea, com lágrimas nos olhos - que mostram como nossa família é unida e feliz.

14 comentários:

  1. -Olha, querida, como ele chupa o meu pau! Igualzinho a você, puxou a mãe!
    -Puxou a mim na verdade - disse Bucétea - pois EU que ensinei tudo a ela. Quando vocês se casaram, ela não sabia fazer nada direito. Deixa eu mostrar pro meu neto como fazer isso direito.

    kkkkkkkkkkk
    e o final:
    -Ah, são momentos assim, sabe - disse Bucétea, com lágrimas nos olhos - que mostram como nossa família é unida e feliz.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Vc é maluco! Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Ah, a dissertação no ENEM era sobre o tema "O indivíduo frente à ética nacional", mas essa fodelança toda aí é muito mais interessante.

    Céus, que raiva do ENEM...

    ResponderExcluir
  3. è... (fiquei meio assim...!)
    Uma escrita que prende. Uma idéia esdrúxula, pela possibilidade.
    Tudo pode ser natural. E é verdade.

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse como todos os outros textos. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. O John e o Papa tão aqui no meu lado rindo pra caramba, tão mandando um abração pra vocês.

    ResponderExcluir
  7. Oh my God... pq todas as famílias não são assim tão naturais nOn eh? o mundo seria muito melhor ... não teríamos tanta putaria artificial ... só as naturais ...

    adoro isto aqui ...

    kkkkk rindo baldes

    ;-)

    ResponderExcluir
  8. KKKKKKKKKKKKKK

    Velho, você é MUITO LOUCO, hueheuhuehe.

    Um abraço pra ti, incomun.

    ResponderExcluir
  9. Eu fico com medo do que nasceu depois dessa fodeção toda. xD
    =*

    ResponderExcluir
  10. Eu ia até comentar uma coisa, mas quando notei tamanha ousadia e insanidade juntas, me limitei a fechar o browser e sair.

    ResponderExcluir