quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Teresa Duas-Onça

Era feriado no meio da semana. Eu tinha feito a quadra na mega sena e queria comemorar, no bordel duas músicas estavam tocando ao mesmo tempo e tinha gente demais para uma quarta feira, então te vi e meu pau endureceu na hora, eu já estava meio alto por causa das duas ou treze cervejas que eu tinha tomado assistindo o jogo do flamengo. Peguei duas vodcas e te entreguei uma, lembra? Você disse que eu devia ser o filho da puta mais legal do mundo. A cintura fina e as coxas grossas, muitos bêbados estavam a sua volta... você era a garota com mais dentes na boca e não tinha cicatriz de cesariana. Assim que encostei na sua xana ela ficou molhada, não da para fingir isso. Não eram os cem reais, nem as doses de bebida, nem as carreiras de pó que estavam te excitando, era eu. E você não escondeu isso.
Depois disso eu comecei a te ver todas as semanas, e depois de um tempo nem cobrava mais, só pedia para eu pagar o taxi... Isso quando não passava um tempo aqui em casa. Seus joelhos ralados por ficar de quatro no tapete, dia e noite... fazia tudo o que eu mandava "Tire a roupa, depila o seu cu... busca uma cerveja pra mim... deita no chão, para de respirar, agora chupa e canta o hino do flamengo com meu pau na boca!”, sua obediência me dá tesão. Bebíamos demais e não foram poucas as vezes que você jogava pinga na minha cara e depois me oferecia um cigarro. Mas tudo bem, a cada dia te conheço e te invento um pouco mais. E não há sequer uma imagem sua que eu crie de manhã e não esteja apaixonado por ela a noite.
Comprei vários vestidos e mal posso esperar para ver você se despindo deles. Já marquei hora com o cirurgião, ele me disse que tem jeito de consertar seu mamilo... Daqui pra frente prometo que vou morder com carinho.
Juro que não te chamo mais de puta, você é santa. Você é dez vezes santa e ama os pés sujos de Jesus. Eu sei que você esta entediada, soube que sua televisão quebrou novamente. Seu batom vermelho nos dentes amarelos, o sorriso falso que você coloca no rosto quando eu digo que não vou mais voltar, isso não engana ninguém. Esconde a cicatriz, o pior já passou. Só você me deixa quente, então afasta essa dor... Esse cão vadio. E deixa eu te encher de amor.

PS: Assumo sua gravidez e eu pago o aborto.



Beijos Teresa.

Frase Laranja da quarta feira:
“Pessoas do Universo, hoje a noite será a noite em que os céus se abrirão e ejacularão a mão divina com o dedo apontado. E eles dirão: Pessoal, vocês não são só patos, são humanos. Vocês são humanos! Agora espalhem-se, espalhem-se e destruam tudo!”
Thurston Moore

17 comentários:

  1. Estilo animalesco logo ao acordar, virei bicho.

    ResponderExcluir
  2. este amor obsceno me aquece até as entranhas ... parabéns ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Adoro me entorpecer de loucura logo pela amanhã, adoro.

    ResponderExcluir
  4. é o amor, esse sentimento grandioso faz isso com a gente!

    ResponderExcluir
  5. "Canta o hino do flamengo com meu pau na boca!"
    HAHAHAHAHAHAHAHA.
    Que bom que você vai dar um nome ao feto, pobre criatura.
    Mas enfim, que amor rapaz, o mais sincero de todos

    ResponderExcluir
  6. Tem que pedir teresa em casamento.

    ResponderExcluir
  7. Teresa, mulher de verdade. Quero ver ela cantando o hino nacional.

    ResponderExcluir
  8. Me coloco no lugar dela e fico quase lisonjeada.
    Muito bom.

    ResponderExcluir
  9. ae to Bêbado pra caralhom amas adorei o gconto amo vocês nem conheçso ninguém só a Katrina

    podem me ozar amanhã

    curit o cnoto pra caraio, ela falou que erar bem a minha cara, e eé emermo nunca houve uma mulher como essa ae

    beigos atrás

    ResponderExcluir
  10. Eu prefiro que elas cantem "New York, New York" no meu pau.

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo te ama tb Brum. E ficar bebado na quarta feira mesmo sem campeonato brasileiro é o q há!!!

    ResponderExcluir
  12. todo mundo se supera aqui, incrível.

    ResponderExcluir